Como ser autêntico sem medo de errar

Como ser autêntico sem medo de errar

Elephants-in-the-sunset_1920x1080

Como ser autêntico sem medo de errar

Cada cultura condiciona seu povo com os valores que possui. Na ocidental pode ser à busca da felicidade com a conquista de posses, copa do mundo de futebol, Lula preso ou solto, bens materiais, títulos, reconhecimento, poder, controle sobre os menos informados, entre tantos outros reflexos efêmeros e ilusorios. No Oriente predomina o oposto: os ensinamentos de tradições milenares enfatizando o desapego, como no budismo, hinduísmo ou cristianismo, entre outros. O Cristo autentico, da mangedoura, dos povos essenios despertando às pessoas para o verdadeiro caminho da paz interior. Numa pesquisa científica de voluntários por dez anos a pessoa mais feliz do planeta foi Richard, um monge budista. Questionado por uma repórter sobre o que ele fazia pra conquistar aquele título tão importante, ele respondeu: Não sei exatamente do que vc ta falando, la onde vivo no mosteiro eu racho lenha e pucho água. E com aquele olhar desprendido e compassivo de um autentico monge budista deu uma gargalhada, típica de quem vive numa realidade paralela. Bem oposto da versão materialista ocidental, tipo cinqüenta tons de cinzas, reluzente, ostendada com ouro e poder de um novo Jesus que prosperou.

Enfim, a partir de um vazio interno, um desconforto psicológico, independente da idade, como se fosse um sensor avisando pra sair da casca grossa, ou da segurança do ninho que protege mas também aprisiona, o organismo se inquieta pra ir em busca de um sentido pra existência. E é errando que se aprende. Só chegamos até onde estamos hoje no avanço da ciência e tecnologia foi pela coragem e determinação entre tentativas e erros de muitos cientistas. O Osho do vídeo, um guru indiano, pode ser uma referência pra quem tiver essa coragem e enfrentar seus medos existenciais. Na cultura Americana ele foi considerado uma persona nom grata convidado à se retirar do país porque incentivava o não consumo, como se fosse um estranho no ninho dos capeta. O capitalismo, diga se de passagem! E é isso: Bom final de semana, ou não! Pois é errando que também se aprende o caminho da copa, né Brazil? Perdon pelo texto longo… Obrigado por me acompanhar até aqui!

Clique aqui para assistir o vídeo no youtube.

Compartilhe este post com seus amigos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Copyright © 2021 Reserva Água Doce | Criado por Veritas Marketing Digital